REGULAMENTO DA VPSL

Jan. 4, 2017, 12:45 p.m.
View comments

CAPÍTULO I

DA EQUIPE

 

Art. 1º - A equipe é composta:

I-                Diretores: um capitão; um sub capitão. Sendo o Capitão com o maior poder hierárquico;

II-               Elenco: É o conjunto de jogadores que fazem parte do Time;

 

CAPÍTULO II

DOS REGISTROS

 

Art. 2º - Todos os usuários devem estar devidamente registrados no sistema;

I-                Cabe ao usuário garantir a validade e a veracidade das informações. Qualquer irregularidade no registro do usuário poderá acarretar na desclassificação do mesmo e o possível cancelamento da EQUIPE da qual o usuário faz parte, caso fique comprovado que o jogador omitiu, mentiu ou agiu de má fé em seu cadastro, cabendo único e exclusivamente ao TRIBUNAL da VPSL julgar o caso em questão;

II-               Usuário com a conta duplicada no sistema será considerado irregular, não podendo jogar campeonatos e/ou amistosos oficiais enquanto não regularizar sua situação. Neste caso será necessário entrar em contato com os Administradores para sanar a irregularidade;

Art. 3º - O usuário deve estar devidamente registrado no elenco ativo da equipe;

Art. 4º - O usuário deve estar identificado corretamente, não podendo trocar de Origin/PSN/Gamertag durante os campeonatos em vigência;

Art. 5º - Cada usuário deve ter no “CONHECIDO COMO” o seu ID ou parte dele para realizar partidas oficiais da VPSL;

Art.6º - Usuário que não estiver devidamente cadastrado no sistema e nem no elenco ativo da equipe não poderá participar de campeonatos oficiais;

Art. 7º - É permitido apenas um único cadastro por usuário. O mesmo usuário não pode pertencer a mais de um clube simultaneamente. Se a Administração verificar irregularidade, seja através de denúncia ou outro meio, a administração tratará o assunto através do Tribunal, podendo o Usuário, a Diretoria e a Equipe sofrerem punições caso seja constatada alguma irregularidade;

 

CAPÍTULO III

A DIRETORIA

 

Art. 8º - É de responsabilidade da Diretoria da Equipe;

I-          Escalação, parte tática, gerenciamento da equipe, contratação, empréstimos e renovação de contrato;

II-         Enviar corretamente as estatísticas das partidas;

III-       Inscrever a equipe para disputar campeonatos e/ou amistosos oficiais;

IV-       Representar os usuários pertencentes a sua equipe nos julgamentos;

V-        Verificar se o atleta está apto para disputar jogos oficiais;

VI-       O clube é de propriedade do usuário que está indicado como capitão no site.

Art. 9º - Caso ocorra a ausência do Capitão, o Sub Capitão poderá substitui-lo;

Art. 10º - Para efetuar a inscrição em campeonatos, os Diretores terão que estar cientes dos requisitos mínimos, do dia e horário de disputa dos jogos e concordar com o regulamento do torneio e termos de responsabilidade;

Art. 11º - A Diretoria deve participar de todas as reuniões da comunidade ou autorizar, em caso de não comparecimento, um terceiro que esteja integrado à equipe, sendo esse considerado apenas ouvinte, e não podendo tomar decisões nas reuniões. Este ato deve ser notificado aos Administradores com antecedência mínimo de 24 horas, cabendo aos Administradores da VPSL julgar tal notificação;

Art. 12º - A Diretoria tem um prazo máximo de 36 horas após a realização da partida para reportar o resultado e os prints (imagens requeridas) da partida no sistema. O não envio acarretará em punições, multas e/ou exclusão da equipe no Campeonato. A equipe inadimplente será punida conforme Art. 39º;

Art. 13º - Para realizar os jogos pelos campeonatos, cada equipe precisa respeitar o número mínimo de jogadores, art. 15 e seus incisos. Caso a equipe não tenha o mínimo de jogadores no momento da partida, esta sofrerá o W.O.. As equipes terão que jogar toda a partida. Após a realização da partida, a Diretoria de uma equipe que porventura se sentir lesada deverá encaminhar provas ao Tribunal por meio de vídeo, afim de comprovação do ato infracional;

 

CAPÍTULO IV

A EQUIPE

 

Art. 14º - Para que a Diretoria realize a inscrição da equipe nos campeonatos VPSL, o elenco da equipe terá que conter no mínimo onze usuários cadastrados, com contratos, salários e multas rescisórias definidas;

Art. 15º - Para a realização da partida, a quantidade mínima de usuários na equipe, será definido por meio de regulamento específico em cada campeonato, na falta deste devem seguir a seguinte regra:

I-              PC: sete usuários;

II-            Xbox One: sete usuários;

III-          Playstation 4: sete usuários;

Art. 16º - Deve ter no máximo quatro jogadores estrangeiros registrado na equipe.

Art. 17º -  Equipes que permanecerem inativas por 180 dias serão automaticamente desativadas.

Art. 18º -  A equipe que for desativada por qualquer motivo perderá todas as vagas, pontos de ranking e Pro Points conquistadas, exceto em casos deliberados pela administração.

 

CAPÍTULO V

REALIZAÇÃO DOS JOGOS

 

Art. 19º - Os jogos serão sempre realizados no horário de Brasília;

I-               O horário deverá ser respeitado e a não obediência a ele será constituído o W.O. sendo o tempo limite definido por cada campeonato;

II-          Caso não seja definido o limite do prazo do W.O. no regulamento especifico do torneio, o mesmo passa a ser de dez minutos para todas as plataformas;

III-                  Em jogos internacionais, as partidas serão marcadas conforme disponibilidade dos adversários, a depender de seus fuso-horários locais e agenda de torneios ativos.

Art. 20º - Cada clube tem direito a um quit (sair da partida), desde que seja efetuado por todos os usuários da equipe antes dos 5 minutos do cronômetro do jogo, sob pena de punição com W.O.;

I - Em casos que o uniforme dentro do FIFA estiver igual impossibilitando a realização da partida, o time que se sentir prejudicado deve gravar, tirar fotos e avisar o adversário. Nesta condição será permitido por motivos especiais quitar da partida antes dos 5 minutos de jogo. 

Art. 21º - Não será permitido uso de QQ ou ANY em jogos oficiais de Pro Clubs - salvo regra específica do torneio ou plataforma em que a partida será disputada - sob pena de punição por W.O.;

Art. 22º - Jogadores expulsos devem sair das partidas, não podendo ser QQ ou ANY, sob pena de punição de jogador irregular, Art. 44;

Art. 23º - Ao final da partida, os Diretores de ambos os times devem reportar o resultado juntamente com as imagens requeridas de gols, assistências e placar, e elenco presente, utilizando o formulário do site. Conforme Art. 12;

I- Caso aconteça algum problema com as imagens ou gravações dos dados da partida, o manager deve solicitar que o responsável pela equipe adversária confirme as informações da partida reportada através dos comentários na página da partida no sistema. Posteriormente avisar o Administrador do Torneio sobre o problema;

Art. 24º - Os Diretores devem reportar os seguintes dados do jogo sistema da VPSL: marcar se o jogador foi a campo, posição jogada, gols marcados, assistências, cartões amarelos, cartões vermelhos e Man Of The Match (designado com ícone da bola amarela, caso houver). Isso deve ser feito até o prazo máximo determinado pela administração, conforme Art. 12;

Art. 25º - Clubes do PS4 e XBOX ONE devem gravar seus jogos e os deixarem disponíveis por 24h após o jogo. Isso é feito para que o clube adversário e a administração possam averiguar alguma informação, bug ou irregularidade após os jogos. A não gravação da partida poderá acarretar em punição ao capitão e ao clube;

Art. 26º - Se a equipe permanecer sem reportar suas partidas além dos limites previstos pelo Art. 39º, ela será considerada equipe irregular ou desistente, o que implica em desclassificação e punição ao clube;

 

CAPÍTULO VI

TRANFERÊNCIAS

 

Art. 27º - O usuário só poderá se transferir quando a janela de transferências estiver aberta;

Art. 28º - Os detalhes contratuais contidos nas propostas devem ser analisados e devidamente negociados entre o manager emissor da proposta e o jogador que a recebe. Aceitar a proposta é um compromisso que só pode ser dissolvido antes do término do período acordado mediante as seguintes condições:

I-               O manager abre mão do valor da multa rescisória acordada e libera o jogador.

II-              O jogador (ou o time que o contratar) deverá quitar o valor referente à multa rescisória prevista no contrato.

Art. 29º - Devem ser respeitadas as regras de cada campeonato a respeito da quantidade de jogadores emprestados e recebidos por empréstimos. Quaisquer irregularidades também serão avaliadas e julgadas pelo Tribunal da VPSL;  

I-                Serão permitidos apenas três usuários emprestados por equipe, sendo cada usuário emprestado para uma equipe diferente;

II-               Serão permitidos receber apenas três jogadores emprestados; sob autorização de seus respectivos managers atuais

III-              Empréstimos não são renováveis. 

IV -            Caso o contrato de compra original do jogador SEJA extinto, o contrato de empréstimo é automaticamente desfeito, tornando inválidos os termos deste empréstimo. 

 

CAPÍTULO VII

CONEXÃO E/OU BUGS.

 

Art. 30º - Em casos em que as equipes não consigam realizar os jogos por problemas de conectividade, as equipes deverão notificar os Administradores para que os mesmos tomem a decisão que acharem cabível;

Art. 31º - A equipe que se sentir lesada por lag intenso causado por conexão ruim com os servidores da EA, pode remarcar o jogo em outro horário. Entretanto, é necessária autorização expressa da administração do campeonato;

Art. 32º - Caso um clube enfrente o adversário antes dos jogos do campeonato e o convite dê erro, o mandante tem preferência e pode optar por ficar no clube, sendo o visitante obrigado a criar uma nova equipe para receber o convite. Também poderá ser acordado entre os capitães que a situação seja invertida.

Art. 33º - Caso algum usuário provoque deliberadamente algum problema, gere algum BUG, e for comprovado, este usuário sofrerá punição cabível a ser julgado pelo Tribunal da VPSL;

 

CAPÍTULO VIII

ADVERTÊNCIA E PUNIÇÃO

 

Art. 34º - A equipe que abandonar o campeonato após inscrição (desistência) sem notificar a Administração será passível de punição, Art. 46:

I-                  O Clube: perde automaticamente um valor equivalente a 5 vezes o valor da inscrição investido em Pro Points. No caso de campeonatos pagos com dinheiro, o valor da multa pode variar e aumentar em até 150 vezes o valor da multa em Pro Points, conforme a taxa de conversão entre moedas vigente no momento; 

II-             A Diretoria, Art. 46;

III-           O Elenco, Art. 46;

Art. 35º - Constatado que o jogador de uma equipe ou mesmo a própria equipe participante usa ou usou algum ato infracional para trapacear ou modificar o jogo em qualquer aspecto, este poderá ser removido do evento/campeonato e sofrerá as devidas punições que serão decididas no Tribunal;

I- Aproveitar-se de qualquer bug, glitch ou alteração nos arquivos do jogo pode levar em última instância ao banimento permanente do jogador, e o clube poderá ser removido do evento/ campeonato/ qualquer competição oficial, podendo ser banido por até 6 meses. 

II- A equipe que utilizar Bugs como o de pressão total ou qualquer outro para travar os movimentos do adversário será punida com o W. O. e o manager será punido conforme Art. 39 § 1°. 

III - Nenhum jogador poderá ter mais do que 26 pontos de habilidade (alocados ou não) durante a partida e até 12h depois da rodada realizada, ou seja, até as 12h do dia seguinte

IV - A punição para o Bug dos Skill Points será da seguinte forma: 

1ª vez: punição de grau 1
- 4 jogos de punição para o jogador, e 2 jogos para o manager.
- Caso sejam dois ou mais jogadores o clube será punido com a perda de eventuais pontos ganhos nas partidas em que o jogador irregular atuou.

2ª vez: punição de grau 2
- 4 jogos de punição para o jogador, e 4 jogos para o manager.

- O clube será punido com a perda de eventuais pontos ganhos nas partidas em que o jogador irregular atuou.

V - Caso o time que tenha jogado contra uma equipe com jogador bugado faça a denúncia e ela seja comprovada, esse time receberá automaticamente 3 pontos relativos à partida em questão.

 VI - Critérios para geração de provas, para que possamos garantir a veracidade e deliberar o mais rápido possível:

a) Vídeo com data e hora, de preferência FILMADA com celular e no site www.horariodebrasilia.org

b) Material único da denúncia. Cada equipe deve ter seu material próprio para cada caso.

VII - Todas as equipes devem fazer transmissões e/ou gravações da verificação dos pontos de habilidade de seus jogadores, seguido pela entrada da equipe nas partidas da noite. Esse material também deve estar disponível por 24h após o término da partida. 

Dessa forma o time possui a certificação de que não há irregularidade e também produz contra-prova de acusações. Esse material servirá para que o clube adversário e a administração possam averiguar alguma informação, bug ou irregularidade após os jogos. 

VIII - A não gravação da partida poderá acarretar em punição ao capitão e ao clube;

IX - A transmissão ou gravação da verificação pré-jogo dos pontos de habilidade dos jogadores serão as únicas contra-provas aceitas para acusações de bug dos pontos de habilidade

X - Acusar injustamente o clube adversário poderá acarretar em punição.

Art. 36º - É proibido usar bugs para obstruir o goleiro em escanteios ou faltas. Isto não significa que o goleiro é intocável, mas esbarrar propositalmente, friccionar ou tentar deslocar o goleiro será considerado atitude de má fé, passível de grave punição. Bugs de goleiro devem ser gravados e analisados pela administração, tendo como punição o gol anulado;

I-                 Atrapalhar a reposição do goleiro não será considerado como bug, o goleiro deve ter cuidado no momento de repor a bola;

II- Atrapalhar a reposição do goleiro BOT poderá acarretar em anulação do gol em questão.
 

Art. 37º - Não Realizar os jogos por displicência ou outro motivo qualquer será considerado como W.O.. A equipe regular e ativa será considerada vencedora;

Art. 38º - Não é permitido deixar o jogo após os cinco minutos legais da partida. Exceção em casos como pause bug, tela preta, bugs com queda de todos os jogadores, em que será tolerado o reinício da partida. No reinício, devem ser descontados os gols e o tempo perdido;

Art. 39º - A equipe que acumular quatro WO’s será desclassificada;

Art. 40º - A Diretoria que estiver inadimplente com seus reportes serão punidas de forma progressiva:

I - A cada partida não reportada a Diretoria será suspensa por 1 jogo;
II- A equipe sofrerá uma multa em PP relativa a 10x o número de jogos não reportado;
III- A equipe que não reportar 25% do torneio será retirada da competição, desde que este número não seja inferior a 6 partidas;

Art. 41º - Não é permitido aos usuários punidos jogarem por seus clubes durante o prazo de punição. Usuários no elenco com punição na comunidade ou banidos, não estarão aptos para participação em campeonato até que se vença o prazo para sua punição. Em caso de dúvida, acompanhar a punição na aba específica do site;

Art. 42º - É proibida qualquer forma de agressão verbal, pictográfica ou por escrito ao adversário ou participantes do torneio. Caso alguém se sinta ofendido com o ocorrido, deve entrar em contato com a administração para tratar o caso;

Art. 43º -  Caso algum clube atrase propositalmente, retardando o início da partida, o capitão prejudicado deve comunicar à administração do campeonato por vias oficiais, e serão avaliados os LOGS da conversa. O W.O será considerado somente mediante provas;

Art. 44º - O Usuário que for considerado irregular, mediante análise e constatação por parte da administração, acarretará na perda das partidas disputadas por sua equipe por W.O, as denunciadas devem ser feitas dentro do limite explicito neste regulamento e as partidas fora deste prazo não terão seus resultados alterados;

Art. 45º - Coerência e razoabilidade são requisitos mínimos para a resolução de problemas durante o campeonato. É encorajado o uso de conversa madura, educada e cordial entre os membros das Diretorias para lidar com desentendimentos, antes de levar situações à administração;

Art. 46º - A equipe que abandonar uma competição da VPSL em curso será punida com no mínimo 60 dias. Os jogadores do elenco não poderão se transferir para outro clube enquanto a temporada não acabar. Se o clube retornar para competições futuras, a mesma deverá ingressar na última divisão ou último slot da competição;

Art. 47º - Se o usuário for expulso na partida, estará proibido de participar do próximo jogo. Independente da rodada ou dia, a punição deve ser cumprida no próximo jogo. Jogar o próximo jogo com um jogador punido caracteriza-se na escalação de um jogador irregular, sob pena de punição do Art. 44º;

Art. 48º - Se um jogador for expulso antes dos cinco minutos de jogo e a partida for reiniciada, o jogador não poderá jogar. Sob essa condição, a equipe poderá jogar com menos que o mínimo de jogadores permitidos na competição. Vale ressaltar que nenhum outro usuário do elenco poderá substituir o jogador expulso;

Art. 49º -  Jogadores reincidentes ou que passem dos limites estabelecidos pelas diretrizes de respeito citadas aqui, serão punidos severamente, podendo não jogar mais nenhum campeonato ou partida oficial da comunidade;

Art. 50º - Caso algum time ou jogador seja punido, NÃO SERÁ devolvido qualquer taxa de inscrição ou valor que ele tenha investido;

 

CAPÍTULO IX 

DENOMINAÇÃO E IDENTIFICAÇÃO

 

Art 51º  -  A Equipe que alterar o seu nome poderá perder todas as vagas conquistadas. Todos os casos serão avaliados pela administração da VPSL, que decidirá soberanamente a respeito.

Art 52º  -  Nenhuma mudança de nome de equipe poderá ser feita durante o andamento de torneios oficiais. Fora desses períodos, os critérios observados para autorizar a mudança de nome, serão:
I    - O clube deve manter no minimo 50% do antigo elenco.
II   - O clube só pode alterar seu nome uma vez a cada 3 meses.

Art. 53º - A mudança do nome da equipe acarreta em um custo obrigatório de 1000 Pro Points debitados da conta do clube apenas, sendo dívida instransferível a um ou mais jogadores.

Art. 54º - O nome da equipe em seu escudo no site deve apresentar grafia exatamente igual ao nome que a equipe possui na VPSL. Não serão permitidas alterações de escudo com novos nomes ou grafias, sem antes a alteração de nome da equipe.

Art. 55º - O nome da equipe dentro do sistema VPSL deve ter grafia idêntica a seu nome dentro do jogo. Caso a equipe jogue com times "CT" ou de nome diferente sem o consentimento do adversário, o manager adversário poderá abrir ocorrência de infração contra a equipe.

Art. 56º - Nomes de equipes, gametags (PSN/Live) ou nomes em camisas de jogadores que forem considerados ofensivos poderão gerar punição de acordo com o Art. 69º, a depender da gravidade da infração.

  

CAPÍTULO X

W.O.

 

Art. 57º - O retardamento do horário marcado de início da partida, ultrapassando o prazo de tolerância, será considerado como W.O pelo placar de 1×0 para a equipe regular solicitante, conforme Art. 43º;

Art. 58º - Qualquer equipe com menos do que o mínimo de usuários necessários para disputar a partida daquele campeonato, sofrerá punição de acordo com o Art. 15º;

                                                                                          

CAPÍTULO XI

ADIAMENTO OU ADIANTAMENTO DE PARTIDAS

 

Art. 59º - A partida será adiada ou adiantada somente caso ocorra um ato de força maior, sendo determinada tal ação pelos administradores;

Art. 60º - Nenhum time tem obrigação de remarcar jogos, mas deve contribuir para o bom andamento da competição. Adiamento ou remarcação dos jogos só devem acontecer após aprovação expressa da administração.

Art. 61º - Sob a anuência da VPSL, partidas poderão também ser adiantadas com o intuito de evitar possibilidade de W.O. 

 

CAPÍTULO XII

PREMIAÇÃO

 

Art. 62º - Os campeonatos podem ter premiações simbólicas ou reais que serão divulgadas no post da competição no site da VPSL, bem como nas mídias sociais;

Art. 63º - Após o termino da competição e a subsequente definição dos vencedores, a administração entrará em contato para a entrega das premiações;

Art. 64º - O contato com os premiados será feito com as formas de contato cadastradas no site. Fica sob responsabilidade de cada usuário a validade dessas informações. Caso haja alguma divergência, cabe ao usuário garantir a veracidade e a atualização destas informações. A administração se isenta de qualquer demora caso estas estejam erradas ou incompletas;

Art. 65º - Somente jogadores acima de 18 anos com CPF válido e cadastrado no site poderão receber premiações;

Art. 66º - Somente jogadores com conta bancária ativa, funcional e no próprio nome poderão receber os valores em dinheiro, e os valores serão depositados nesta conta;

 

CAPÍTULO XIII

MÍDIAS SOCIAIS

 

Art. 67º - Não será permitido desrespeito à gestão da VPSL, suas comunidades e seus integrantes;

Art. 68º - Todos os usuários devem se respeitar via comentários, chat no TeamSpeak, no jogo e em todas as ferramentas de comunicação utilizadas pela VPSL;

Art. 69º - Usuários que utilizarem de palavras de baixo calão, xingamentos, racismo, discriminação social e outras formas de agressão para atingir a outros membros da comunidade serão removidos e/ou punidos por um período, conforme julgamento do Tribunal;

Art. 70º - A VPSL poderá enviar os dados e logs de qualquer USUÁRIO para as autoridades caso seja comprovado alguma atitude ilegal;

Art. 71º - Todos têm o direito de resposta e de voltar a frequentar a comunidade, desde que respeitem este regulamento e os termos de uso e responsabilidade. Serão considerados reincidentes jogadores que voltem a praticar as mesmas infrações, e serão banidos de forma definitiva se cometerem o mesmo erro grave novamente;

Art. 72º - O campeonato será organizado pelos devidos gestores de comunidade, podendo ter contribuição de terceiros. Esses colaboradores serão escolhidos e autorizados pelos administradores da comunidade;

Art. 73º - Fica definido ao usuário usar o chat de voz, ferramentas oficiais do SITE e das redes sociais oficias da VPSL para esclarecer e tirar dúvidas. Quaisquer outras comunicações fora das citadas não serão consideradas oficiais e não representam a VPSL, seus pontos de vista ou qualquer um dos seus membros diretores;

Art. 74º - Histórias e debates com intuito difamatório, ou mesmo questionamentos infundados sobre o campeonato não serão tolerados na comunidade. Se for averiguado que quaisquer USUÁRIOS da VPSL estiverem tentando difamar ou agir de forma desrespeitosa para com a INSTITUIÇÃO e/ou um ou mais de seus MEMBROS, esses poderão sofrer punições, multas e expulsão do campeonato, ficando a cargo da VPSL a decisão sobre este tipo de comportamento.;

 

CAPÍTULO XIV

REGRAS GERAIS 

 

Art. 75º - Qualquer caso não contemplado neste regulamento será analisado e decidido soberanamente pelo Tribunal da VPSL, através de analogias.

Art. 76º - Qualquer reclamação e comunicação de divergências deverá ser feita em até 36h após o acontecimento da partida. Comunicações após este período não serão atendidas.

Art. 77° - Clubes novos podem asceder às Séries A e B através do Ranking de Clubes, caso haja desistência dos atuais portadores da vaga. A vaga será preenchida pelo clube mais bem colocado no ranking de clubes, excluindo aqueles que já possuem vaga.

I    - Para que um clube que nunca tenha jogado edições anteriores do Campeonato Brasileiro da VPSL possa asceder diretamente às Séries A ou B através do ranking de clubes, este clube deverá ter jogado um mínimo de 10 (dez) partidas oficiais nos últimos 6 meses, a contar da data de abertura das inscrições. 

II   - Clubes que passarem mais de 06 (seis) meses sem disputar pelo menos 10 (dez) partidas oficiais pela VPSL terão sua vaga no Campeonato Brasileiro revogada. Caso desejem participar novamente do Campeonato Brasileiro, deverão participar da última divisão disponível.

III- Os clubes que não preencherem as exigências mínimas deverão entrar na Série de Acesso.

 

SÃO PAULO, 04 DE JANEIRO DE 2017

blog comments powered by Disqus